A Villa

História

Construída no século XVI, a Villa Sola Cabiati é descrita como a “pérola” do Lago de Como. Os duques de Serbelloni transformaram a residência em sua casa de veraneio no século XVIII, dando à ela uma aparência harmoniosa, equilibrando e forma elegante a arquitetura, o luxuoso jardim italiano e a tranquilidade envolvente do lago. Não é à toa que Giuseppe Parini, escritor, expoente do Iluminismo e tutor de Gian Galeazzo Serbelloni de 1754 a 1762, chamava a magnífica residência de “La Quiete”.

Um comentarista escreveu, na época: “Tremezzo conta com muitas residências agradáveis e magníficas: a Villa Clerici, Villa Sommariva, as residências das famílias Brentani, Mainoni e De Carli, e ainda assim a “La Quiete” dos Serbelloni supera todas elas".

O brasão dos Serbelloni ainda enfeita a fachada da residência, enquanto o lema, gravado acima da entrada, ”villulae quietem” (o silêncio de uma pequena residência), remete à aqueles dias de total tranquilidade.

Após o casamento de Luisa Serbelloni com o marquês Lodovico Busca, tournou-se propriedade da família do marquês. A residência foi finalmente herdada pelos Sola Cabiati, uma linhagem de condes ligados a família Busca, quando Antonietta Busca casou-se com Andrea Sola em 1871. Desde então, a residência pertence à nobre família.