Localização

LAGO DE COMO

O lago de Como é certamente um dos lagos (e dos lugares) mais famosos e ricos de fascínio do mundo. O turismo internacional de elite o elegeu desde sempre entre os seus destinos preferidos, fazendo desta pequena porção de território antigamente uma meta indispensável do Grand Hotel Tremezzo, e atualmente uma localidade de estada apreciada, uma etapa obrigatória no imaginário dos viajadores velhos e novos, perfeita especialmente para fugas de amor.

Sem dúvida contribuem para o seu fascínio a beleza da paisagem, com os pequenos vilarejos que dão para a orla e ainda conservam tradições antigas; os encantadores jardins que servem como moldura para as vilas e mansões históricas, antigamente residências de verão das famílias aristocráticas lombardas, e a doçura do clima, que torna ainda mais aprazível o espetáculo dos Alpes com os cumes perenemente com neve, quase como espelho nas águas do lago.
Acima de tudo, há uma capacidade de se renovar mesmo estando fora do tempo, que o tornou único, e continua a ser o seu segredo.

 

LARIOWOOD

o centro do lago reluzente, discreto, magnético

Decidamos pular personalidades do nível de Goethe e Flaubert, Byron e Liszt, e também de Churchill, e passemos diretamente às estrelas de Hollywood. Uma paixão comum; paixão pelo lago de Como... 

A iniciar, nos anos 30, tinha sido Greta Garbo, seguida depois por Hitchcok e Frank Sinatra. Nos últimos tempo, o amor das estrelas americanas pela região do lago cresceu enormemente: não somente como meta de descanso, mas também como localização de kolossal, soap e produções cinematográficas de todos os gêneros (no sentido da palavra). E atém mesmo como cenário ideal no qual viver e possuir pelo menos uma segunda casa, um refúgio escondido, mas não demais. George Clooney com a Vila Oleandra, em Laglio, abriu o caminho para amigos e conhecidos: Brad Pitt e Angelina Jolie, Michael Douglas e Catherine Zeta-Jones;antes deles Madonna, Bruce Springsteen, De Niro e Matt Damon; e última, para citar somente alguns, Cindy Crawford. 

“The Hollywood tribe knows best…” Não é pura casualidade se todos escolheram a área central do lago de Como, aquela onde os dois ramos larianos se unem: a mais sugestiva tanto pela peculiaridade da paisagem, que oferece visuais de uma beleza única em termos naturais, como pela riqueza de obras criadas pelo homem e conservadas do tempo. Vilarejos e mansões, igrejas e castelos, restos arqueológicos e museus oferecem uma infinidade de oportunidades para uma estada de descobertas e de emoções. 

Arte, gastronomia, cultura e território concorrem para criar uma variedade irrepetível de tentações à qual seria uma pena resistir. Há propostas para todos os gostos, mas uma das melhores é exatamente o "seu" gosto delicioso natural, que foi capaz de mantê-la com o passar dos anos um destino felizmente para poucos. Chamamos esta de "Lariowood", desejada pelos vip, são de casa aqui Donatella Versace e Richard Branson... No entanto, como sempre, o ímã intrínseco desta região é um charme feito de discrição e de subestimação - e de pérolas a serem descobertas.